Eleições 2018

(ATUALIZADA) JESUALDO PIRES NÃO ABRE MÃO DO SENADO FEDERAL

JI-PARANÁ-Informações de bastidores dão conta de que a cúpula do PSB estaria agindo para que o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, desista de uma candidatura ao Senado e dispute uma das oito vagas a deputado federal. Se se confirmar, Pires seria eleito com facilidade e o deputado federal Marcos Rogério (DEM) poderia ficar de fora. O deputado demista não está gostando nada disso. Marcos Rogério teria sua reeleição garantida como deputado, mas, neste caso, está ameaçado.

A engenharia política estaria sendo arquitetada visando eleger Confúcio Moura (PMDB) ao Senado Federal. Neste projeto, o vice-governador Daniel Pereira (PSB) assumiria o governo com a garantia de que não disputaria a reeleição, ficando no mandato até o seu término em 31 de dezembro.

O PSB do vice-governador apoia a candidatura de Acir Gurgacz (PDT) ao governo de Rondônia. Já Confúcio Moura apoia Maurão de Carvalho (PMDB) ao governo.

O problema será convencer Jesualdo Pires. Ele não abre mão de disputar uma das duas vagas de senador. Segundo fontes, Jesualdo só desistiria se Confúcio Moura decidisse mesmo disputar o Senado.

O namoro de Confúcio com o PSB já vem de longe. Além de ter Daniel Pereira como vice, uma irmã do governador já estaria de mala e cuia pronta para disputar uma vaga de deputada federal pelo PSB. Em se confirmando isso, o PSB faria uma nominata forte para a Câmara Federal.

E Raupp? Raupp vai sair à reeleição, lutando com todas as forças para continuar no Senado Federal. Uma tarefa hercúlea em face do desgaste do PMDB, o partido de Michel Temer. Raupp é acusado de corrupção pela Operação Lava Jato.

Fonte: Mais RO

Mais acessadas

To Top