BRASIL

Cármen Lúcia abre ano judiciário ladeada por corruptos históricos

A cerimônia foi agora há pouco. Em se discurso, Cármen Lúcia fez uma defesa dos juízes. “É Inadmissível, é inaceitável desacatar a justiça, ataca-lá ou agredi-lá. Justiça individual fora do direito não é Justiça, se não vingança pessoal”, disse. Ela afirmou também: “127 anos atrás os brasileiros passaram a se submeter ao regime da lei e da ordem. Há 30 anos, tiveram de buscar formas novas a respeito do sistema constitucional. A lei é a divisória entre moral pública e barbárie. Civilização constrói-se sempre com respeito às pessoas”. Ainda disse: “A nós servidores públicos o acatamento irrestrito da lei impõe-se como dever. Constitui mau exemplo descumprimento da lei, o q contamina e compromete.” Bom saber.

Não foi divulgado se haverá almoço ou jantar no restaurante Piantella, em Brasília, onde costuma ser definida a agenda política do País.

DCM-Diário do Centro do Mundo

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais acessadas

To Top