Eleições 2018

Confúcio, Fátima Cleide, Raupp, Jesualdo, Bosco da Federal, Aluízio Vidal, Terrinha ou Expedito Junior?

PORTO VELHO- Oito potenciais candidatos disputarão as duas vagas de senador da República por Rondônia nas próximas eleições. O mais novo pretendente é o governador Confúcio Moura (PMDB), recém lançado pelo partido em Ariquemes. Confúcio é dono de uma aprovação extraordinária. Talvez a maior de todos os governadores do Estado.

O candidato à reeleição Valdir Raupp (PMDB) é o representante natural do partido nas eleições de 2018. Vai tentar a segunda reeleição. Se conseguir vai ser o senador com mais mandato do Estado de Rondônia. A esposa dele, deputada federal Marinha Raupp vai tentar se igualar ao Corinthians no Brasileiro. Eleita pela primeira vez em 1994, Marinha pode ser a primeira parlamentar de Rondônia com sete eleições consecutivas à Câmara Federal. Recorde absoluto.

Jesualdo Pires: potencal candidato ao Senado Federal pelo PSB

Jesualdo Pires (PSB), o prefeito mais bem avaliado de Rondônia. Foi reeleito em 2016 prefeito de Ji-Paraná e está sendo instado a sair ao Senado Federal pela cúpula do partido. Jesualdo terá um plus a mais em 2018, porque o atual vice-governador Daniel Pereira, que é do partido dele, vai se tornar governador em abril com a desincompatibilização de Confúcio Moura. O PSB finalmente será governo e isso ajuda os candidatos do partido. Jesualdo Pires recebe hoje o título de Cidadão Honorário de Rondônia na Assembleia Legislativa.

Bosco Costa do Podemos Rondônia e Álvaro Dias

Bosco da Federal é do Podemos, partido do presidenciável Álvaro Dias (Podemos-PR). Bosco aposta na sua idoneidade como agente de Polícia Federal e por relevantes serviços prestados ao Estado e ao País.

Aluízio Vidal (capa)tentou pela primeira vez em 2014 pelo PSOL. Agora na REDE, tentará de novo uma cadeira no Senado Federal. Agora são duas vagas. tem chances.

Irailton Terrinha…

Terrinha também quer disputar uma das dua vagas. Mas, quem é esse Terrinha? Terrinha é ativista agrário, militante há vinte anos e coordenador municipal do MLT (Movimento Luta Pela Terra) em Porto Velho. O MLT é uma organização presente em 24 municípios de Rondônia e já possui 225 assentamentos agrários legalizados. Terrinha também concorreu ao cargo de vereador pelo PSDC nas eleições de 2016, onde teve uma boa aceitação do eleitorado. Está sem partido.

Ex-senadora Fátima Cleide (PT)

Fátima Cleide já foi senadora. A professora e militante petista está entre sair ao governo de Rondônia ou disputar uma das duas vagas de senador da República. Dentre os muitos trabalhos desenvolvidos no Senado Federal, sem dúvida, o projeto da Transposição dos Servidores aos quadros da União a credenciam a voltar. Vai depender do grau de gratidão dos servidores beneficiados.

Expedito Júnior está animado para 2018

E, por fim, Expedito Júnior (PSDB). Sem mandato desde que foi cassado em 2009, Expedito Júnior quer voltar a botar os pés no tapete azul do Senado Federal. Em 2014 elegeu o filho Expedito Netto a deputado federal, que, diga-se de passagem, está se saindo muito bem. É o único parlamentar de Rondônia a se rebelar 100% contra os projetos de Michel Temer. Votou contra a reforma Trabalhista, contra o corte de gastos por 20 anos, contra a permanência de Michel na presidência e já disse que vai votar contra a reforma da Previdência.

Fonte: Mais RO

Mais acessadas

To Top