Eleições 2018

ELEIÇÕES 2018: AINDA HÁ ESPAÇO PARA POLÍTICOS COMO IVO CASSOL?

BRASILIA-O ex-governador e senador Ivo Cassol (Progressistas) ainda está condenado a quase cinco anos de prisão e o processo está aguardando o ministro do STF, Alexandre de Moraes, decidir sobre ele. Mas, é verdade que 15 processos contra o italiano já foram arquivados nas instâncias superiores da justiça brasileira. Mesmo inelegível até o ano 2022, Ivo Cassol é sério candidato ao governo de Rondônia e mete medo nos adversários. O homem é rápido no gatilho (trocadilho).

Mas, há espaço ainda para um político como Ivo Cassol? Há quase oito anos no Senado Federal, não se tem notícias de nenhum projeto aprovado por ele apresentado. Colecionou polêmica, protagonizou quase uma vias de fato no plenário do Senado e tentou aprovar a venda de uma poção mágica que prometia extirpar o câncer da face da Terra. Além de legislar em prol das usinas (PCH) do grupo Cassol.

Resultado de imagem para ivo cassol, gravando deputados estaduais de rondoniaMas, à César o que é de César. Se, por um lado ele não teve uma atuação nem satisfatória no Congresso Nacional, como governador de Rondônia em dois mandatos foi autor de um feito histórico. Gravou e mandou para a cadeia quase todos os deputados estaduais, numa ação que foi noticiado em um programa da Rede Globo, o Fantástico. Em 2005 um grupo de deputados estaduais tentou extorquir o então governador com um mensalão para não cassar o mandato dele e dar apoio na Assembleia Legislativa.

Dizendo-se refém de uma acirrada disputa política motivada por esquemas de corrupção, Ivo Cassol utilizou uma câmera escondida para gravar as propostas feitas por deputados que lhe fazem oposição na Assembléia Legislativa daquele Estado e o acusam de não repassar verbas previstas no orçamento de 2004 para os poderes estaduais.

Ivo Cassol tem também uma obra para mostrar no horário político eleitoral se o TRE aceitar o registro da candidatura dele a sede do poder executivo estadual, o Complexo Político Administrativo (CPA) que leva literalmente a assinatura dele. Do alto é possível ver as iniciais IC.

Se Ivo Csssol entrar para a disputa, o pleito de 2018 será um dos mais acirrados de todos os tempos. Porque outro senador também estará na disputa. Acir Gurgacz (PDT, poderoso homem de comunicações e herdeiro de um império econômico fabuloso.

Em outra raia, correrá o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Maurão de Carvalho (PMDB), que tem total apoio do atual governador Confúcio Moura (PMDB), considerado o melhor governador do Brasil e sondado para ser candidato à presidência da República.

Também na disputa, o ex-prefeito de Porto Velho e ex-Constituinte José Guedes, pelo PSDB.

E, numa das raias, corre por fora um jovem ativista e defensor dos Direitos Humanos, professor universitário, Vinícius Valentin Raduan Miguel, recém filiado à Rede Sustentabilidade. Vini Miguel tem a simpatia da esquerda e corre para agregar apoio simpatizantes do PT, PSOL e PCdoB.

Finalizando, o PT deve lançar também um candidato à sucessão estadual, bem como PCdoB, indicou Jackson Chediak.

Da redação

Mais acessadas

To Top