Eleições 2018

ESCOLHA DE MAURÃO PELO PMDB AFASTA DANIEL PEREIRA DA DISPUTA AO GOVERNO E ACIR ROMPE

Daniel Pereira fora da disputa em 2018

 

PORTO VELHO- A escolha do presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado estadual Maurão de Carvalho como candidato oficial do PMDB mexeu as peças do tabuleiro da sucessão estadual. De uma tacada, esta indicação tira o vice-governador Daniel Pereira (PSB)  de uma possível candidatura à reeleição  no caso de Confúcio Moura deixar o governo um ano antes para disputar o Senado. A decisão do PMDB também põe fim ao acordo político celebrado em 2010 com o senador Acir Gurgacz (PDT) que seria o candidato do grupo em 2018. Apesar disso, há quem diga que a candidatura de Maurão ao governo ainda não esteja definida 100%. 

Se o vice-governador Daniel Pereira não puder sair à reeleição, não seria negócio para ele assumir o governo por um ano e depois ficar sem mandato. A menos que o nome dele esteja certo para ocupar uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas. Por outro lado, o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), do partido do vice Daniel Pereira, também ensaia candidatura ao governo do Estado. Para isso o partido não teria alternativa senão romper com o governo Confúcio Moura, o que é uma hipótese quase impossível. Confúcio Moura e Daniel Pereira se dão muito bem e a lua de mel continua.

Quem na verdade vai sair perdendo com a indicação de Maurão de Carvalho será mesmo o senador Acir Gurgacz que tentará fechar alianças com partidos de esquerda e centro esquerda.

Não podemos deixar de incluir no caldeirão das eleições de 2018 o fator Michel Temer. Dependendo do que vai acontecer com o mandato dele, vai influenciar nas eleições de 2018. Mesmo com a crise no PMDB,  Confúcio Moura está praticamente salvo, assistindo de camarote. O prefeito de Ji-paraná, Jesualdo Pires, idem. Eles que irão decidir tudo no final, estão coma popularidade em alta.

 

Mais acessadas

To Top