Eleições 2018

Especialistas debatem o combate às fake news nas eleições

No início de novembro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou uma força-tarefa para o combate às fake news, no contexto de preparações para as eleições presidenciais de 2018. Para debater o problema, o Instituto Igarapé promove na próxima terça-feira (12/12) uma mesa redonda com especialistas e instituições envolvidas na governança da estrutura de segurança cibernética no país. O encontro acontece na sede do instituto, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

“Como determinar o que é real e o que é ‘fake’? Segurança de quem e para quem?”, pergunta Robert Muggah, diretor de pesquisa do Igarapé, listando algumas das questões que serão abordadas no evento. Precisamos equilibrar abordagens criminalizadoras que cerceiam a privacidade, a liberdade de expressão, geram conteúdos ilegais e praticam políticas pouco claras quanto ao armazenamento de dados nesta era hiperconectada”, analisa.

O fenômeno das fake news ganhou notoriedade nas últimas eleições presidenciais dos Estados Unidos. No Brasil, teve impacto nas eleições presidenciais de 2014, nas eleições locais de 2016 e no impeachment de Dilma Rousseff, no mesmo ano. Em resposta, algumas organizações já se dedicam ao chamado “fact-checking”, para determinar se as informações veiculadas estão corretas, e companhias como o Google e Facebook já estão desenvolvendo suas próprias soluções.

Estarão presentes representantes da Abin, da Microsoft, do Centro de Defesa Cibernética do Exército (CDCiber), do Comitê Gestor da Internet (CGI.br), do Internet Labe outras entidades que fazem parte do desenvolvimento do ecossistema da governança da Internet no país. A mediação é de Maurício Santoro, professor de relações internacionais da Uerj.

 

Mesa redonda sobre as eleições de 2018 e o desafio das notícias falsas

12 de dezembro de 2017

16:30 – 19:00

No Instituto Igarapé

Endereço: Miranda Valverde, 64, Botafogo, Rio de Janeiro

Mediação do cientista político Maurício Santoro, professor da Uerj

 

Transmissão ao vivo

Facebook.com/InstitutoIgarape

 

Conteúdos do Instituto Igarapé sobre o tema

●    A era dos bots na política brasileira já começou (Daniel Arnaudo, na Vice)

●     Direitos digitais em xeque (Daniel Arnaudo, no Jota)

●    A balcanização da internet pode começar no Brasil (Robert Muggah e Nathan Thompson , no El País)

●    Brazil’s Digital Backlash (Robert Muggah e Nathan Thompson, no New York Times)

●     O Brasil e o Marco Civil da Internet (Daniel Arnaudo – publicação Igarapé)

●     Desconstruindo a segurança cibernética no Brasil: ameaças e respostas (Gustavo Diniz, Robert Muggah and Misha Glenny – publicação Igarapé)

***

Sobre o Instituto Igarapé

O Instituto Igarapé é um think and do tank independente, dedicado às agendas da segurança, da justiça e do desenvolvimento. É uma das principais organizações brasileiras nos temas políticas de drogas, segurança cidadã e cooperação internacional. Seu objetivo é propor soluções inovadoras a desafios sociais complexos, por meio de pesquisas, novas tecnologias, influência em políticas públicas e comunicação. www.igarape.org.br

Mais acessadas

To Top