BRASIL

Evangélicos e católicos se unem contra gays nas próximas eleições

Enquanto a comunidade LGBT faz olimpíada de opressão para saber quem sofre mais, tem
gente muito mais esperta que se une para conquistar um objetivo comum.

As bancadas evangélica e católica estão negociando acordos para eleger ainda mais
políticos para o Congresso. A intenção é deixar de lado se quem está no púlpito usa terno
ou bata e focar em combater o casamento homossexual, aborto, jogos de azar, eutanásia e
o que eles chamam de “ideologia de gênero”.
Segundo a Coluna do Estadão (LEIA AQUI   ) é a primeira vez que um diálogo
nesse sentido acontece.

Os evangélicos são 30% da população e contam com 97 deputados
e 3 senadores. Os católicos possuem 48 parlamentares. A meta é eleger 200 deputados.
“Os nossos irmãos evangélicos não são nossos adversários e, na medida do possível,
estaremos juntos na eleição. Os nossos adversários são PT, PSOL, PSTU e PCdoB, que
defendem agenda progressista”, afirmou Paulo Melo (PTN), do Movimento Católico Pró-
Vida, à reportagem. Em Alagoas, o acordo já está selado. O deputado Givaldo Carimbão (PHS), dao. O deputado Givaldo Carimbão (PHS), da renovação carismática receberá apoio dos evangélicos para campanha ao Senado.

Fonte: Guia Gay de São Paulo

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais acessadas

To Top