Eleições 2018

Líderes de disputa em Rondônia têm histórico de problemas na Justiça

Por Estevão Bertoni/Veja

Líder nas pesquisas para o governo de Rondônia, o tucano Expedito Junior já foi impedido de concorrer ao cargo em 2010 devido à Lei da Ficha Limpa. Naquele ano, sua candidatura foi barrada porque, no ano anterior, o político havia sido condenado por abuso de poder econômico e compra de votos nas eleições que o levaram ao Senado, em 2006, quando ainda estava no PPS.

Cassado em 2009 pelo STF (Supremo Tribunal Federal), ele perdeu o cargo de senador, que foi preenchido pelo então segundo colocado nas eleições: Acir Gurgacz. A decisão que o tornou inelegível foi depois revista, e Expedito Junior voltou a disputar eleições, indo para o segundo turno em 2014 com Confúcio Moura (MDB), para quem acabou perdendo o cargo de governador.

Nestas eleições, Expedito Junior e Gurgacz (PDT), que o substituiu no Senado, se reencontram na disputa pelo governo. O tucano é o primeiro na pesquisa Ibope de 22 de agosto, com 30% das intenções de voto. O pedetista aparece em segundo, com 15%.

A carreira do candidato do PDT também tem sido conturbada. No início deste ano, ele foi condenado pelo STF por crime contra o sistema financeiro nacional. A pena era de quatro anos e seis meses de prisão em regime semiaberto e perda dos direitos políticos, que deveria ser submetida à análise do Senado. O Supremo também determinou pagamento de multa. Gurgacz continuou senador e sua candidatura ao governo ainda aguarda julgamento.

A pesquisa Ibope mostra ainda Maurão de Carvalho (MDB), em terceiro, com 10%. Pimenta de Rondônia (PSOL) e Coronel Marcos Rocha (PSL) possuem 4%, cada um. Coronel Charlon (PRTB) tem 3%, e Vinicius Miguel (Rede), 2%. Com apenas 1% cada um, estão na lanterna Comendador Valclei Queiroz (PMB) e Pedro Nazareno (PSTU). Brancos e nulos somam 20%, e 10% não souberam responder ou não responderam.

Pesquisa Ibope, de 22 de agosto

Expedito Junior (PSDB) – 30%
Acir Gurgacz (PDT) – 15%
Maurão de Carvalho (MDB) – 10%
Pimenta de Rondônia (PSOL) – 4%
Coronel Marcos Rocha (PSL) – 4%
Coronel Charlon (PRTB) – 3%
Vinicius Miguel (Rede) – 2%
Comendador Valclei Queiroz (PMB) – 1%
Pedro Nazareno (PSTU) – 1%
Brancos/nulos – 20%
Não sabe/não respondeu – 10%

Registro: RO-03015/2018. O Ibope ouviu 812 pessoas. A margem de erro é de 3%, e o nível de confiança, de 95%.

Conheça os candidatos ao governo de Rondônia:

Pimenta de Rondônia (PSOL), comerciante
Vice: Paulo Benito (PT)
Coligação: PT, PSOL

Coronel Charlon (PRTB), policial militar
Vice: Coronel Alexandre (PRTB)

Pedro Nazareno (PSTU), servidor público civil aposentado
Vice: Nazaré Mendes (PSTU)

Coronel Marcos Rocha (PSL), militar reformado
Vice: Zé Jodan (PSL)

Vinicius Miguel (Rede), professor de ensino superior
Vice: Jayme Kalb (PPS)
Coligação: Rede, PPS, PRP

Expedito Junior (PSDB), empresário
Vice: Mauricio Carvalho (PSDB)
Coligação: PSDB, DEM, PSD, PRB, Patriota

Acir Gurgacz (PDT), senador
Vice: Neodi (DC)
Coligação: PDT, PSB, PTB, DC, PP, PR, Solidariedade, PTC, PT

Comendador Valclei Queiroz (PMB), administrador
Vice: Anderson Cleito (PMB)

Maurão de Carvalho (MDB), deputado
Vice: Wagner Garcia (MDB)
Coligação: MDB, Podemos, PMN, PSC, PCdoB, PHS, Pros, PV

Fonte: Veja

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessadas

To Top