BRASIL

Partido Novo recua sobre casamento gay e mantém fim do desarmamento civil

Após participar de um curso de formação, um filiado ao Partido Novo em Brasília comunicou a intenção de disputar mandado de deputado federal, e conta ter sido chamado à parte, por um dirigente, que o notificou a firmar termo de compromisso de apoio ao casamento gay. O Novo confirmou em nota a defesa da união civil homoafetiva, mas nega que seus membros sejam obrigados a assinar termos de compromisso.

O Novo defende também a redução do poder do Estado na vida das pessoas, a liberalização econômica e o fim da lei do desarmamento.

Para contar com pessoas capacitadas para participar da vida pública, o Novo realiza processo seletivo “bastante rigoroso”, avisa na nota.

O Novo não aceita dinheiro público, tipo fundo partidário, é mantido pelos filiados. E proíbe aos filiados mais de uma reeleição consecutiva.

A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais acessadas

To Top